#ProntoFalei – Sutiã porrrrrrrrrrrrrrrrrrrrANenhumaaaAAA!!!!!!!!!!!!!!!!!

Categoria: #ProntoFalei | 31 de maio de 2017

Era uma vez… um Ser. Um Ser daqueles que fazem valer a boa e velha premissa:

“Assim como são as pessoas, são as criaturas”.

Em uma conversa, deitado com a namorada na cama, Ser passa a mão por sobre a blusa dela, na altura dos seios.

Namorada, tadinha, imaginando desdobramentos interessantes, é confrontada com a seguinte pergunta:

“Você está sem sutiã?”

Opa, questão digna de um princípio de história 18+.

Não fosse o tom.

Ah, o tom…

Entonação, na vida, é tudo, gente.

E Namorada sente que, naquela perguntinha, que tinha tudo pra ser ma-ra-vi-lho-sa, tem uma virada de caminho que leva pra cantos bastante obscuros da floresta.

Um pouco hesitante, ela responde:

“Tô… (?)”

Ele: “Você sempre fica sem sutiã quando fica em casa?”

(***outra guinada tortuosa de direção de caminho e…. PRECIPÍCIOOOOOO!!***)

Ela: “Às vezes. Quando eu tô com vontade. Por quê?”

Ele: “Você sabe que não usar sutiã faz o peito cair, né? Peito é músculo. Se não tem nada pra segurar, é pra baixo que ele cresce. Pra sempre.”

(***som da pessoa desavisada se destroçando lá embaixo***)

Seguem-se outras pérolas da sabedoria (ironiaaaaa) do tipo:

“É só porque eu gosto dos seus peitos e quero que eles fiquem sempre assim, bonitos”,

(Aham. Claro. Puro cuidado. Preocupação com o bem do outro. Aham) (>>Importante reforçar: ironia comendo)

mas nós não precisamos – e não queremos – e não vamos ouvir.

 

Namorada – e todas as mulheres por aí que têm que ouvir esse tipo de merda – não dê ouvidos a isso. Não permita que a escrotice de alguém te impeça de ficar à vontade dentro da sua própria casa – ou onde você estiver! Se você está aí, do outro lado, sentada, agora, se sentindo péssima e segurando os próprios peitos, pensando se veste um sutiã ou não, descruze os braços e deixe os seios livres sem se sentir mal por isso. Faça/seja o que/como quiser, e o que/como gosta. Não deixe a babaquice dos outros interferir – entrar, envenenar, corromper. Não permita!!!!! E não dê à escrotidão alheia o poder de tirar a sua paz. Observe de fora, com distanciamento, e entenda que a babaquice é do babaca que perdeu a oportunidade ímpar de ficar calado. Única e exclusivamente dele.

Ela não tem nada a ver com você. Não pertence a você. Não diz nada sobre você.

Saiba disso como todo o seu coração, tá?

Para o Ser, como para todos os sem-noção (pra não chamar de outras coisas) que são objetos dessa seção, o destino de sempre:

Fala sério…

 

 

 

 

 

 

comentários via facebook