Passar

Categoria: Poemas | 6 de julho de 2015

Vai passar

quando eu mudar com a lua

vai passar

na cerveja e na rua

vai nublar

quando a cabeça pra trás

eu jogar

pra gargalhada sair

vai passar

a cada manhã

acordar

pra doer menos

despertar

pra vida que abre

abraçar

o mundo que der

pra agarrar

a cada trago que quer

vai passar

na fumaça que eu soprar

pra bem longe

levantar

de cabeça erguida

e me amar

e buscar outra vida

e pular

fora do que fizer mal

trabalhar

e sair pro pau

e chorar

sim, faz parte

pra lavar

outro viver melhor

vai chegar

e o verbo pro passado

vai passar…

Vai passar.

large (2)

 

 

comentários via facebook

6 comentários leave one →

  1. Fran

    Quaaaaaaaaaaaanta lindeza ❤️

    Responder
  2. Como eu acredito nisso. Tudo passa! Sabe, um dia eu estava super triste e uma monja olhou para mim, soltou um sorriso largo e disse: “Vai passar!”
    Na hora fiquei assustada pois não esperava que meu rosto estampasse que algo estava ruim para alguém dizer aquilo. Vc já leu sobre a impermanência no budismo? Mesmo eu não sendo budista (sou simpatizante) é uma leitora que pode ajudar muito, até nas postagens.
    Forte abraço
    Mariza Matheus
    PS: eu escrevi uma vez algo sobre isso (mas não em forma de poema). Gostei da forma como vc se expressou.

    Responder
    • Oi, Mariza. Sim, sim, já li. Como você, apesar de não ser da religião, também simpatizo com alguns conceitos do budismo – e do hinduismo também. Aliás, se existe alguma certeza nessa vida é que tudo passa 😀 Nós inclusive 😀
      Que bom que você gostou. Fico feliz.
      Sucesso pra ti e muito obrigada pela visita

      Responder
  3. É ainda dói, e dói muito!

    Responder
    • Dói mesmo. Mas uma hora passa 🙂 E enquanto não passa, a gente vai encontrando formas de amortecer 😀 , vai levando, e quando vê: já foi.

      Responder